Principais problemas que acometem a próstata

Quer saber os problemas que podem acometer a próstata? Então, veio ao lugar certo. Confira abaixo quais são os principais.

Primeiramente, é preciso entender que a próstata é uma glândula do tamanho, mais um menos, de uma castanha, a qual produz o esperma, que ajuda os espermatozoides chegarem até o óvulo.

Por se localizar bem próxima à bexiga e à uretra, que é um canal longo que atravessa a próstata chegando ao pênis e ao exterior, isso faz com que qualquer problema que afete a próstata acabe repercutindo na bexiga e na uretra também.

O fato é que enquanto a próstata tem uma função biológica importante na fase reprodutora do homem, após os 40 anos de idade, isso já não vale, passando a ser um órgão indesejável, e isso devido ao seu crescimento benigno, que ocorre na grande maioria dos homens, embora sem provocar complicações mais sérias, por outro lado, prejudicando sua qualidade de vida, causando problemas para urinar.

Vale saber que um terço dos tumores no organismo masculino partem da próstata, o que torna essa glândula bem complicada.

Confira abaixo os principais problemas que acometem a próstata.

Hiperplasia

É o crescimento, benigno, da próstata, com a multiplicação benigna das células prostáticas e que acomete a maioria dos homens após os 40 anos.

Os sintomas são dois: a dificuldade para urinar e a redução da capacidade da bexiga reter urina, ou seja, a pessoa sente vontade de urinar com frequência, especialmente à noite. Se você começar a passar por isto, vale a pena consultar um urologista para começar a tomar algum remédio para próstata recomendado por ele.

São três os fatores de risco que levam ao crescimento da próstata: genética, pele negra e ingestão de gorduras.

Quem tem pai ou irmão com hiperplasia, apresenta três vezes mais possibilidade de desenvolver o problema do quem não tem.

Prostatite

Adolescentes também podem ter problemas de próstata, a famosa prostatite, que é uma infecção da próstata provocada por bactérias do intestino que a contaminam.

Esse problema atinge adultos jovens, causando desconforto local, dor na região genital e dificuldade para urinar.

O tratamento é simples, a base de medicações especificas, geralmente, antibióticos.

Câncer de próstata

O câncer de próstata pode ser diagnosticado de duas formas: pelo toque retal e pelo exame de sangue chamado PSA (antígeno prostático específico), uma proteína que só a próstata produz e que se eleva muito nos casos de câncer.

Na verdade, nem um exame nem o outro bastam para se chegar a um diagnóstico com 100% de precisão, é preciso que os dois sejam feitos.

Embora os homens relutem em fazer o toque retal, seja por preconceito ou medo de sentir dor, é fundamental que após os 50 anos façam exame de próstata.

Lembrando que, por não produzir sintomas, o tumor pode crescer de forma silenciosa e, se descoberto, em geral, já atingiu os tecidos vizinhos e a possibilidade de cura cai muito.

Assim, quanto mais cedo for feito, mais chances terá de cura, sendo curável em 90%, 95% dos casos, evitando que se espalhe por outros órgãos.

Assim, quem tiver história familiar da doença, for negro ou adotar uma dieta excessivamente gordurosa, não deve deixar de realizar, anualmente, exames de toque e de PSA.

É preciso ter em mente que, por não produzir sintomas, o tumor pode crescer silenciosamente e, quando descoberto, já ter atingido os tecidos vizinhos, aí a possibilidade de cura já cai bastante.

Por outro lado, se o tumor ainda estiver contido pela glândula, na fase inicial, é curável em 90%, 95% dos casos.

Portanto, visite o urologista anualmente, principalmente, após os 40 anos e, dessa forma,  garanta uma vida saudável e feliz.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *